Apesar de parecer meio polêmico esse título saiba que sim, existe algumas técnicas que você pode usar em um momento de dificuldade na hora do concurso. O ideal é que você esteja preparado para a prova e saiba responder com convicção qualquer questão que aparecer na sua prova, mas isso nem sempre é uma realidade na vida dos concurseiros.

Você sabia que existem técnicas que podem ser usadas em uma prova quando o candidato não sabe uma resposta e que dá ao mesmo maiores chances de sucesso? Nosso objetivo nesse artigo não é estimular a falta de estudo e preparação para um concurso e sim te dar todos os recursos necessários para você atingir seus objetivos.

 Em qualquer concurso que você for fazer em algum momento você irá se deparar com alguma questão no qual você não faz a menor ideia de como resolver, é nesse momento que entra em ação as técnicas que aqui serão mostradas, entende-las vai te ajudar a ter maiores chances de acertos do que simplesmente você “chutar” sem critério algum.

Vamos entender as técnicas envolvidas?

1º Dica – Eliminação

Primeiramente o candidato deve verificar se existe alguma questão com uma resposta absurda ou visivelmente errada, pode parecer simples, mas isso aumenta muito a sua probabilidade de acertar. Por exemplo: em uma questão com 5 alternativas, a probabilidade de acerto é de 20%, caso seja eliminado apenas uma alternativa a probabilidade já aumenta para 25%.

2º Dica – Repetição

Verifique se há respostas que se repetem, caso existam, estas tendem a ser as corretas. Por exemplo:

  1. A) Cachorro e Cavalo
  2. B) Vaca e Gato
  3. C) Gato e Cachorro
  4. D) Gato e Macaco
  5. E) Cachorro e Macaco

Note que as palavas Gato e Cachorro aparecem mais vezes em todas as alternativas, então provavelmente a resposta correta é a C, pois reúne as palavras mais citadas.

3º Dica – Semelhança

Geralmente o examinador tende a tentar confundir o candidato colocando alternativas parecidas ou próximas da resposta correta. Com isso as alternativas que são muito semelhante a outras provavelmente conterão a alternativa correta. Por exemplo:

  1. A) 10,8
  2. B) 15,2
  3. C) 15,5
  4. D) 18,2
  5. E) 20,5

Nesse caso a alternativa B é semelhante ou próxima da C, então provavelmente uma das duas é a correta.

4º Dica – Generalização

Desconfie de toda alternativa que generaliza um determinado assunto, aqui vale a máxima que toda regra tem a sua exceção, quando houver alternativas desse tipo elas tem maior probabilidade de estarem erradas. Segue alguns exemplos de palavras que generalizam assuntos: nunca, jamais, sempre, completamente, incondicional, ninguém, todos, definitivamente e total.

5º Dica – Distribuição

Essa dica não é tão eficiente quanto as primeiras, mas pode ajudar em alguns casos. Estatisticamente, a banca examinadora tende a distribuir igualmente as respostas conforme a quantidade de alternativas e questões da prova. Por exemplo, se cada questão contém 5 alternativas e a prova contém 50 questões, provavelmente o examinador colocará 10 alternativas A, 10 B, 10 C, 10 D e 10 E. Então, quando for chutar, vale a pena contar quantas respostas já foram assinaladas para cada alternativa, a que tiver menos respostas deve ser o palpite. Mas caso tenha já muitas respostas erradas na prova, essa dica não funcionará bem.

Essas 5 dicas são comprovadamente eficientes, pois quando são aplicadas, aumentam muito a probabilidade de acertos ao invés de chutar sem nenhum critério.

A seguir separei algumas vídeo aulas com a demonstração e explicações dessas técnicas para sua fixação. Aproveite.

 

 

Gostou? Deixe seus comentários, dúvidas ou sugestões. A sua opinião é muito importante para melhorarmos cada vez mais.

Um forte abraço!

Written by Elmar Ricardo
Elmar Ricardo é um empreendedor digital que se dedica a ajudar várias pessoas de segmentos distintos. Nesse trabalho sua proposta é ajudar a todos que tem o sonho da estabilidade de um emprego público e estão lutando para realizar esse sonho.