Seguir uma carreira pública exige muito esforço de quem se propõe e chegar lá. São muitas renúncias que você precisa fazer para se manter focado e determinado no seu propósito.

Quem está estudando para concursos precisa ficar atento para não estragar toda uma preparação que exige tempo e muita dedicação. Entender os principais erros que alguns concurseiros cometem pode ser o seu diferencial na hora da prova.

Destacamos 8 erros que consideramos fatais para qualquer concurseiro que pretende ser aprovado e seguir em uma carreira pública.

1 – Prestar Concurso em Áreas Diferentes

como-escolher-um-concurso-publico

Esse é um erro que algumas pessoas cometem e não se dão conta. Ao prestar concursos para áreas diferentes você terá o dobro do trabalho na sua preparação. Ao montar um cronograma e um plano de estudos terá que considerar os tipos diferentes de concursos, além das matérias serem muito diferentes, o tempo que você irá desprender para cobrir programas totalmente diferentes vai tornar a sua vida um verdadeiro inferno.

A dica para esse problema é: Procure sempre fazer concursos que tenham o máximo de assuntos em comum. Ao fazer isso, seu tempo investido será muito mais produtivo pois ao estudar para um concurso você automaticamente estará estudando para o outro. Por mais semelhantes que os programas possam ser você ainda vai encontrar alguma diferença entre eles, mas administrar uma ou outra matéria diferente é muito melhor do que ter que praticamente começar uma nova preparação quando os programas divergem muito.

 2 – Priorizar Matérias que Você Já Domina

estrategia errada

Se você comete esse erro pare ainda hoje! É natural gostarmos mais de alguma matéria em relação a outra mas focar seus estudos apenas naquilo que você é bom é um erro muito grande.

Quando focamos em matérias que dominamos nós deixamos de nos aprimorar em outras nos quais precisamos de algum reforço, e isso para quem precisa lutar por cada ponto em uma prova é fatal.

O nosso plano de estudos além de cobrir tudo que precisamos para chegar preparado em um concurso, precisa ser flexível o suficiente para podemos fazer ajustes e criarmos atividades de reforço para alguma matéria que não estamos indo bem. Lembre-se que cada matéria é importante para a sua aprovação. Faça revisões contantes e ao identificar algum ponto onde suas notas não são tão boas reforce e estude mais. Um dos segredos da aprovação está em identificar seus pontos fracos e fortalece-los.

3  – Escolher um Concurso Porque Ele é Mais Fácil

concurso facil

O que leva um candidato a ser aprovado, não é o nível de dificuldade de um concurso, e sim a sua capacidade de se preparar adequadamente, utilizando metodologias certas, estudando da maneira correta e se dedicando ao máximo.

Escolher um concurso porque ele aparentemente é mais fácil pode ser uma péssima escolha. Muitos candidatos utilizam dessa maneira de pensar e acabam lotando a relação candidato/vaga desses concursos. Aquele concurso que você achava fácil pode se tornar muito concorrido.

Pare e pense por um instante. Se você está se preparando para um concurso dos seus sonhos, então porque gastar energia estudando para um outro concurso? Talvez você me diga que está usando essa estratégia para conseguir ingressar em algum concurso de uma vez, tudo bem, posso entender essa estratégia, mas lembre-se que sua jornada ainda não acabou. Mesmo que você passe em um concurso inferior ao que você estava planejando no início, você vai ter que continuar no mesmo ritmo de estudos ou até aumentar,  para conseguir a tão sonhada vaga.

Lembre-se: Vale a pena lutar pelos seus sonhos, continue firme no seu propósito.

4 – Desorganização e Improvisação

desorganização para estudar

Você estuda sem um método? Não tem lugar nem horário para estudar? Seu ambiente de estudos é desorganizado? A organização é o seu principal aliado em um concurso.

Tenha um método de estudos bem definido, busque ter horários certos para estudar e um ambiente bem organizado de estudos. Saber onde encontrar um livro ou apostila no momento que se precisa é fundamental.

5 – Estudar Pensando no Curto Prazo

estudar no curto prazo

Quando você se lança no mundo dos concursos é natural as vezes pensar que depois de 6 meses de estudo você estará pronto pra passar em qualquer concurso, mas a realidade não é bem assim.

A preparação para um concurso é um projeto de médio a longo prazo. São vários os fatores que tornam um concurso um projeto assim. Você vai levar algum tempo para dominar o conteúdo programático para o cargo que você vai concorrer, será necessário tempo e dedicação nessa sua preparação pois o verdadeiro concurseiro faz um concurso até passar. Na grande maioria dos casos um concurseiro fará mais de uma prova, ou porque ele quer ampliar as suas chances tentando vários concursos ou porque foi reprovado e vai tentar novamente. A determinação e a constância são fatores importantes na sua vida.

6 – Não Usar Um Bom Material para Estudo

Evite esse erro buscando dicas dos seus professores. Se você faz um curso preparatório para algum concurso normalmente são indicados livros e apostilas, use esses materiais. Se quiser se aprofundar em algum tema peça orientação de sites onde você possa buscar informações boas e de qualidade. Existe muito material na internet onde você pode encontrar suporte e informações relevantes para a sua preparação, mas tome cuidado pois nem sempre o conteúdo é de qualidade.

Para o seu sucesso nos concursos é importante você utilizar algum método eficiente e um planejamento sério.

7 – Começar a Estudar Quando Sai o Edital

estudar em cima da hora

Sabe aquele máxima que é atribuída aos Brasileiros com relação ao “jeitinho” ou “Deixar tudo pra última hora”? Para concursos essa máxima não vale. Se você quer realmente ser aprovado nos concursos não deixe para estudar apenas quando o edital sair. Normalmente o tempo que você vai ter disponível quando o edital sair até o momento da prova serão de 3 meses.

Esse tempo é muito curto para você tentar cobrir um programa de concurso. Certamente você não vai conseguir chegar preparado para a prova se adotar essa prática.

8 – Não Revisar a Matéria Estudada

nao revisar materias

A quantidade de matéria que precisa ser estudada já é grande, imagina você terminar de estudar um conteúdo programático daquele seu concurso dos sonhos, e ao olhar a matéria que você estudou no início da preparação perceber que não se lembra de mais nada? O sentimento de quem já vem estudando algum tempo e no meio da preparação começa a se esquecer do foi visto no início é muito perturbador.

Fazer revisões constantes vai te auxiliar a lembrar aquela matéria vista logo no início. Fazer exercícios e simulados vão te ajudar bastante nessa tarefa. Um bom planejamento deve considerar sempre um tempo reservado para exercícios e simulados. Quando você estuda utilizando o método correto, o seu aproveitamento será muito melhor.

Fique atento para você não cair nas armadilhas que descrevemos nesse artigo. Crie hábitos saudáveis de estudo e obtenha os melhores resultados.

Um forte abraço!

Written by Elmar Ricardo
Elmar Ricardo é um empreendedor digital que se dedica a ajudar várias pessoas de segmentos distintos. Nesse trabalho sua proposta é ajudar a todos que tem o sonho da estabilidade de um emprego público e estão lutando para realizar esse sonho.